All posts by Álisson Bertochi

O Projeto CTF-BR surgiu com vários objetivos, sendo os principais:

1) Mostrar que esse tipo de competição é extremamente útil para a formação intelectual e profissional dos participantes, pois exercita o raciocínio lógico, trabalho em equipe, e capacita os players a pensar “fora do caixa” na resolução de problemas diversos de infosec (segurança da informação);

2) Disseminar a cultura do maravilhoso mundo das competições Capture the Flag no Brasil, tornando-as tão populares quanto as Maratonas de Programação. Visando cumprir esse objetivo, pretendemos dar palestras, utilizar redes sociais e outros recursos para chegar ao nosso público-alvo, que são estudantes, entusiastas e profissionais de TI;

3) Utilizar o CTF-BR University para levar os CTFs às Universidades e Instituições de Ensino, proporcionando um primeiro contato com esse mundo aos estudantes.

4) Reunir os players brasileiros, visando fortalecer as equipes e fazê-las mais competitivas no cenário internacional;

5) Manter um Ranking Nacional, estilo CTFTime.org, estimulando a formação de novos times e a competitividade local;

6) Criar um grande repositório padronizado de write-ups de equipes brasileiras;

7) Através de uma plataforma multi-CTFs, ajudar todos os interessados (equipes, universidades, etc) a criar suas próprias competições, pois precisamos de mais CTFs brasileiros de longa duração, como o Hacking n’ Roll e Pwn2Win CTF.

8) Ajudar novos interessados a ingressar nesse mundo!

Junte-se a nós, siga-nos nas redes sociais, e para um bate-papo em tempo real, nos encontre no #ctf-br na rede de IRC Freenode.net. Outras formas de Contribuição podem ser vistas em https://ctf-br.org/contribua.

Social:

Twitter: http://twitter.com/ctfbr
Facebook: http://www.facebook.com/capturetheflagbr
Reddit: http://www.reddit.com/r/ctfbr

Neste final de semana (15-16/11) ocorreu a quarta edição do Hacking n’ Roll, organizada pelos amigos do INSERT (Information Security Research Team), do Ceará. Foi a primeira edição do HnR que conseguimos reunir vários membros do time presencialmente, fato que com certeza faz muita diferença na participação de um CTF. Nossa line-up foi composta por Álisson, Eliezer, Éderson, Marlon, presencialmente, e o Danilo jogando remotamente. A partir das 17h do sábado, assumimos a ponta na competição, e lideramos todo o tempo, até aproximadamente às 11h30 do domingo, quando fomos passados pelo dcua, time da Ucrânia que está na 10º posição no ranking global do CTFTime. A partir daí, já era questão de honra vencer os gringos! O Pão de Batãta também encostou no placar, mas faltando uns 15 minutos pra acabar, conseguimos reverter a situação, ficando com 5150 pontos, e deixando o dcua e o PdB pra trás. Foi uma final emocionante, onde cada minuto parecia um século! A conclusão é que quase gabaritamos os 20 challenges, faltando fazer apenas 3, conforme imagem abaixo:

Scoreboard Final

 

Ranking completo: http://hnr4.hackingnroll.com/ranking.

Parabéns aos guerreiros do time que venceram o cansaço e trouxeram nosso primeiro (de muitos!) títulos. \o/

Nesse final de semana (11-12/10) ocorreu o Pwn2Win CTF, organizado pelo TecLand Group e Epic Leet Team. Foi um evento memorável, com duração de 24 horas consecutivas, e que nos mostrou com clareza quem realmente é leet no Brasil! Foi emoção e disputa acirrada do começo ao fim, melhor que F1, hehe.

Nosso muito obrigado a todos os participantes!

Segue o Top 3:

1º TheGoonies (1727 pontos):
– Gabriel Quadros (gbr)
– Bernardo Rodrigues (bernardomr)
– Ricardo Silva (rick2600);
– Sébastien Duquette (ekse);

2º Hack N’ Roll (1647 pontos):
– Maycon Vitali (bastard0);
– Elbert Cirino (tuxtrack);
– Wagner Barongello (0x0fff / Argorok);

3º Pão de Batãta (1567 pontos):
– Gabriel Gava (BOTDrake);
– Felipe de Azevedo Piovezan (ununseptium);
– Claudio Luiz Dettoni Junior (n1trog3n);
– Renan Oliveira Netto (renannetto);
– Bruno Ventura (v3ntur4);
– Chrystian de Sousa Guth ([PdB]csguth);

Ranking completo: http://ctf.tecland.com.br/Pwn2Win/game/scoreboard/

NEWS: os membros dos 3 times terão passe livre para a H2HC (Hackers to Hackers Conference) desse ano!

Já começamos a entrar em contato com os vencedores para falarmos da premiação.

Aos que querem ficar ligados nas novidades e eventos que promovemos, basta seguir o @teclandgroup no Twitter, e entrar no #tecland na Freenode.

07/10: Inscrições abertas, veja todas as informações em http://ctf.tecland.com.br/Pwn2Win.

A empresa GRSeitenfus, de Concórdia/SC, que está apoiando o CTF Pwn2Win, enviou a configuração da máquina seminova (sem monitor e periféricos) que será uma das opções de escolha para o primeiro colocado da competição:

[*] Intel Core 2 Quad Q8400 (Soquete LGA775, 4 núcleos, 2,66Ghz, Cache L2 4 MB, FSB 1333 Mhz);
[*] Mobo Asus P5QPL-AM (Soquete LGA775, FSB 1333 Mhz, Chipset Intel G41/ICH7, 2×240-pin DIMM – Max. 8 GB DDR2 1066(O.C.)/800/667 Non-ECC,Un-buffered Dual Channel Memory, Integrated Intel GMA X4500, Qualcomm Atheros Gb LAN, HD Audio 6-Channel CODEC, SATA 3 Gb/s…);
[*] 2x1Gb DDR2 667 Markvision Memory;
[*] Gabinete Pauta preto com fonte genérica;
[*] HD 80Gb SATA;
[*] Gravador de CD/DVD Samsung;
[*] Leitor de Cartões;
[*] Sem cabos externos, CDs de Drivers ou Manuais.

A segunda opção é um Arduino Intel Galileo, e para o terceiro, um Arduino UNO R3.

Em suma:

1º Lugar: Máquina ou Galileo;
2º Lugar: A opção que não foi escolhida pela equipe vencedora;
3º Lugar: Arduino UNO R3.

Vai ficar de fora? Forme uma equipe e aguarde as novidades! 🙂

07/10: Inscrições abertas, veja todas as informações em http://ctf.tecland.com.br/Pwn2Win.

Em 2014, o Epic Leet Team será organizador de um CTF nacional online, chamado Pwn2Win. Ele ocorrerá dia 11 de outubro (11/10, binary date) e envolverá elementos de CTFs de Attack e Jeopardy-style. A equipe vencedora poderá escolher entre uma máquina seminova com proc. Core 2 Quad ou um Arduino Intel Galileo, ficando a opção não escolhida para o segundo, e para o terceiro, um Arduino UNO R3. Tendo em vista que um dos objetivos do evento é ajudar a promover o maravilhoso mundo dos CTFs no Brasil, alguns challenges não são complexos e exigem dos participantes apenas um bom raciocínio lógico e/ou pesquisa, possibilitando a diversão e o aprendizado tanto de quem já tem experiência, quanto de quem está iniciando agora nesse formato épico de competição, que conseguem envolver diversas competências dos players e equipes.

Os times poderão ter de a 1 a 6 membros, então convide seus amigos e fiquem ligados nas novidades!

Em 2014, com a Line-up reformulada, o ELT estreou no sábado passado, dia 06/07/14, expecionalmente em um Contest de Programação, visto que não haveriam CTFs nesse mês de Junho. Os códigos seguem abaixo:

http://ctf.tecland.com.br/Contests/Dalalio

Nossas próximas competições serão dia 09/08, em outro Contest do URI Online Judge, chamado “Aquecimento para a OBI – Fase 2 e dias 16 à 18/08, no HITCON CTF.

Nossa agenda pode ser visualizada em http://ctf.tecland.com.br/calendario.

Avante! \o/

Uma foto histórica, onde conseguimos reunir fisicamente mais membros e ex-membros do Epic Leet Team. Ela foi tirada no FLISOL (Festival Latinoamericano de Instalação de Software Livre), evento que organizamos em Chapecó, através do OeSC-Livre (Grupo de Usuários de Software Livre do Oeste Catarinense).

Da esquerda para a direita: Marlon, Eliezer, Éder (away), Fábio (away), Álisson e Paulo.

 

DSCF1665

Após um bate-papo interno, chegamos a conclusão que a Line-up precisava ser reformulada. Os membros com muitas atividades paralelas, decidiram dar um tempo, e alguns toparam encarar essa nova fase, cheia de novidades e muita ação! Definitivamente vamos começar com tudo o ano de 2014!

Caso você tenha interesse em participar do processo seletivo do time, veja a página da Line-up.

Nesta edição do Hacking n’ Roll decidimos reunir nosso time fisicamente em Chapecó/SC, e para isso escolhemos como QG um lab. da EBM (Escola Básica Municipal) Paulo Freire, que fica situada junto ao estádio da Chapecoense. A UCEFF Faculdades também tinha demonstrado interesse em ser nosso QG, e por isso fica nosso agradecimento aqui, especialmente ao Prof. Velcir Barcaroli, coordenador do Curso de Redes que estava intermediando nossa estadia.

uceff

Nosso segredo para ficarmos em primeiro? Responder Chuck Norris em todas!